O corpo humano aprende o que você lhe ensina

O corpo humano foi projetado para mover-se. É muito mais fácil andar por 30 minutos do que ficar parado numa mesma posição por 30 minutos. O nível de sedentarismo ou excesso de atividades mau orientadas , aliadas ao aparecimento de dor faz com que apareçam adaptações no corpo e aos movimentos . Estas adaptações fazem surgir marcas no corpo de acordo com cada atividade exercida, sendo estas em forma de desarranjos articulares, mau alinhamento da coluna, joelho, diminuição de flexibilidade e alterações e restrições à movimentos.

A partir de um comportamento adotado perante a vida atual e repetitivo, utilizamos nosso corpo para exprimir através de nossas posturas, gestos e mímicas,(ou seja, através de nossos músculos) aquilo que pensamos , sentimos e agimos. Pensamentos ,emoções e ações põem em atividades grupos musculares que colocam todos os segmentos do corpo em estado de prontidão, tanto para expressão como para ação. A tensão aumenta nesses grupos musculares, que por sua vez mobiliza a musculatura, a estrutura óssea , aponevroses e vísceras , gerando linhas de tensões ao longo do corpo , tornando-se portador de certas “marcas”. Estas marcas (deformações posturais) não é necessariamente resultado do acaso ou da má sorte. Se estivermos consciente e vigilantes, a predisposição poderá ser contornada; mas quando se tornam excessivas e fixadas, elas podem ser boas , aceitáveis ou claramente prejudiciais ao organismo, e que passam a correr perigo.